Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

16/03/2017Projetos de energia renovável na Amazônia serão financiados pelo BNDES

​Veículo de Comunicação: Portal Brasil

Data de Veiculação: 15/03/2017


Projetos de geração de energia elétrica renovável para áreas isoladas da Região Amazônica contarão com condições especiais de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A iniciativa terá parceria da Amazonas Energia, distribuidora de energia elétrica controlada pelo Sistema Eletrobras. Com a medida, os itens financiáveis dos projetos – a serem licitados na segunda etapa do Leilão 002/2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), agendado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para o dia 11 de maio - poderão usar 15% de recursos do Fundo Nacional de Mudanças do Clima, com taxa anual de 1%.

O financiamento poderá ainda ser complementado em taxa de juros de longo prazo (TJLP), cuja taxa atual é de 7,5% ao ano, até o percentual de 80% previsto nas novas políticas operacionais do BNDES.

Os projetos de energia solar e micro, pequenas e médias empresas que usarem os recursos do Fundo Clima poderão complementar o financiamento com mais 65% em TJLP e as demais fontes renováveis, como eólica e biomassa, em até 55%.

O prazo de carência do financiamento é de até seis meses após a entrada em operação comercial do projeto e o prazo de amortização será inferior, em pelo menos dois anos, ao término do prazo do Contrato de Compra e Venda de Energia.

Segundo o BNDES, o leilão da Aneel já recebeu a inscrição de 36 projetos de energia renovável. O Fundo Clima poderá destinar até R$ 200 milhões para financiar esses empreendimentos, que terão prazo de até 24 meses para utilização dos recursos após a data do certame. O Contrato de Compra e Venda de Energia terá prazo de até 15 anos.

Usinas térmicas

De acordo com o BNDES, o Amazonas tem atualmente 225 usinas a diesel, com capacidade instalada de 683 megawatts (MW), que consomem 687 milhões de litros do combustível por ano.

O sistema emite cerca de 2 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2), outros gases poluentes (NOx e SOx) e particulados, além do risco de poluição dos rios decorrentes de naufrágios ou vazamentos no transporte e armazenamento do combustível.

Fundo Clima

Vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, o Fundo Clima é um dos principais instrumentos da Política Nacional sobre Mudança do Clima para apoio financeiro a projetos de redução de emissões de gases de efeito estufa.

As aplicações não reembolsáveis são feitas pelo ministério e as reembolsáveis administradas pelo BNDES, seguindo diretrizes do Comitê Orientador do Fundo Clima, presidido pelo Ministério do Meio Ambiente.

Desde 2011, mais de 190 projetos não reembolsáveis foram contratados pelo Fundo Clima, dos quais 65 foram concluídos, contribuindo para o alcance das metas assumidas pelo Brasil no Acordo de Paris, em 2015.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do BNDES​

Endereços

Av. Tancredo Neves, 450 - 23º e 25º andar
Caminho das Árvores | Salvador / BA | Brasil
CEP: 41820-901 | Tel/Fax: +55 (71) 2886-0840 | +55 (71) 2886-0841 | +55 (71) 2886-0842 | +55 (71) 2886-0885

Rua Barão de Caetité, 393 - 1º andar
Centro | Caetité / BA | Brasil
CEP: 46400-000 | Tel/Fax: +55 (77) 3454-3015

Av. Roque Petroni Junior, 999 - 4º andar
Vila Gertrudes | São Paulo / SP | Brasil
CEP: 04707-910 | Tel/Fax: +55 (11) 3509-1100
+55 (11) 3509-1113

2012 © Copyright - Todos os direitos reservados
Termos de Uso | Política de Privacidade